Easy-Way do Brasil projeta ano com crescimento e novas aplicações

Easy-Way do Brasil projeta ano com crescimento e novas aplicações

Bom desempenho deve ser mantido em 2017, com a atualização de sistemas para atender o eSocial e a EFD-Reinf

A atualização do sistema Easy-Tributos para gerar a Escrituração Fiscal Digital das Retenções e Informações da Contribuição Previdenciária Substituída – EFD-Reinf deve ser a grande novidade da Easy-Way do Brasil para 2017. A empresa, uma das maiores desenvolvedoras de sistemas tributários, fiscais e contábeis do país, já vê sinais de melhora da economia e investe em seus sistemas para ajudar seus clientes nesse processo de retomada do crescimento.

“Apesar dos períodos de instabilidade, é possível perceber sinais de melhora no nosso segmento e temos uma visão positiva para 2017”, diz Reinaldo Mendes de Souza Júnior, presidente e um dos fundadores da Easy-Way. O executivo afirmou que a empresa continuará trabalhando firmemente em suas metas de crescimento, contando com o eSocial e as novas obrigatoriedades como a EFD-Reinf como impulsionadoras deste cenário de desenvolvimento.

A EFD-Reinf é o novo módulo do Sped que irá complementar as informações exigidas pelo eSocial. A nova escrituração vai contemplar as retenções do contribuinte sem relação com o trabalho – PIS, Cofins, Imposto de Renda, CSLL, INSS, bem como as informações sobre a receita bruta para a apuração das contribuições previdenciárias substituídas. Outras obrigações acessórias, tais como o módulo da EFD-Contribuições, que apura a Contribuição Previdenciária sobre a Receita Bruta – CPRB, também serão substituídas pela EFD-Reinf.

Além da atualização do sistema Easy-Tributos para atender a EFD-Reinf, a Easy-Way também está atenta às novidades do eSocial para atualizar o Easy-eSocial, criado para atender a obrigação que deve começar a entrar em vigor a partir de janeiro de 2018 para empresas com faturamento acima de R$ 78 milhões.

“As atualizações fazem parte de nosso compromisso com o cliente de disponibilizar nossos sistemas sempre em tempo hábil para que todos possam cumprir suas obrigações”, explica Fernanda Souza, gerente comercial da Easy-Way. No ano passado, duas grandes inclusões foram realizadas, com a inserção da e-Financeira no Easy-Tributos e do Bloco K no Easy-Sped Fiscal, além de várias outras modificações pontuais.

Segundo Fernanda, esse compromisso é mais um dos motivos que levou a Easy-Way a ser escolhida como a fornecedora de mais de 15 mil empresas. “Hoje atendemos cerca de 10% das 1 mil maiores companhias do país e 34 dos 50 maiores bancos”, revela a gerente da Easy-Way.