Bloco K – SPED FISCAL

Bloco K – SPED FISCAL

Livro de controle de produção deverá ser digitalizado

A partir de janeiro de 2015, os estabelecimentos industriais e os atacadistas deverão informar seus estoques e produção por meio digital ao Sped Fiscal. Com isso, os documentos impressos, com informações contidas nos livros contábeis e fiscais tradicionais, deverão ser transformados em arquivos digitais.

Um deles é o chamado Bloco K, que contempla o controle de todas as movimentações de estoque, incluindo perdas de processo, quebras por transporte, movimentações para terceiros e de terceiros, ajustes de inventário, compras, vendas e outras saídas de qualquer natureza.

Trata-se da digitalização do Livro de Controle de Produção e Estoques, hoje atualizado manualmente com dados das fichas técnicas dos produtos e das perdas ocorridas no processo produtivo, entre outras informações.

Na prática, o Fisco também passa a ter acesso ao processo produtivo e à movimentação completa de cada item de estoque, o que possibilitará o cruzamento quantitativo dos saldos apurados eletronicamente pelo Sped com os informados pelas indústrias.

Com a eliminação das informações do Bloco K no papel, as empresas precisarão ter maior controle em relação aos registros eletrônicos de produção e estoque. A orientação, portanto, é readequar os departamentos responsáveis com o objetivo de melhorar o processamento das informações e não deixar para última hora.

A Easy-Way do Brasil, atenta às mudanças realizadas, já está promovendo alterações no Easy-Sped Fiscal, o sistema responsável por gerar essas informações. “Vamos atualizar nosso sistema em tempo hábil para que nossos clientes consigam se adaptar com tranquilidade”, garante Fernanda Souza, gerente comercial da Easy-Way do Brasil.