DIRF deve ser entregue até dia 29 de fevereiro

DIRF deve ser entregue até dia 29 de fevereiro

Declaração é obrigatória para empresas e pessoas jurídicas que realizaram pagamentos ou creditaram rendimentos em 2015 com incidência de IRRF

Empresas e pessoas físicas que realizaram pagamentos ou creditaram rendimentos em 2015, por si ou como representantes de terceiros, sobre os quais houve a incidência de Imposto sobre a Renda Retido na Fonte – IRRF, mesmo que por um único mês do ano-calendário, têm até dia 29 de fevereiro para fazer a entrega da Declaração do Imposto sobre a Renda Retido na Fonte – DIRF.

A lista de quem deve entregar a Declaração é extensa e inclui ainda empresas individuais, estabelecimentos matrizes de pessoas jurídicas domiciliadas no Brasil, inclusive as imunes ou isentas, filiais de pessoas jurídicas com sede no exterior, comitês políticos, cartórios e até condomínios, dentre outros.

Marcelo Ferreira, consultor tributário da Easy-Way do Brasil, uma das maiores desenvolvedoras de sistemas tributários, fiscais e contábeis do país, alerta que quem não entregar a DIRF no prazo estará sujeito à multa mínima de R$ 200, nos casos de pessoa física, de pessoa jurídica inativa e de pessoa jurídica optante pelo Simples Nacional ou de R$ 500, nos demais casos. Mas essa punição pode ser maior, chegando a 2% referente ao mês-calendário ou fração, incidente sobre o montante de tributos e contribuições informados na declaração, ainda que integralmente pago, limitada a 20%.

A DIRF deve ser enviada até às 23h59min – horário de Brasília – do último dia de fevereiro por meio do Programa Gerador da DIRF 2016, disponibilizado no site da Receita Federal. A Easy-Way já atualizou o Easy-Tributos, sistema responsável por gerar a DIRF, para que seus clientes possam entregar a Declaração em tempo hábil.