Easy-Way do Brasil cresce 25% com avanço do Projeto Sped

Easy-Way do Brasil cresce 25% com avanço do Projeto Sped

Bom desempenho deve ser mantido em 2016, com o lançamento e atualização de sistemas para atender o eSocial, a e-Financeira e a EFD-Reinf

O desenvolvimento de novos sistemas para atender o avanço do Projeto Sistema Público de Escrituração Digital – Sped ajudou a Easy-Way do Brasil a aumentar suas vendas em 25% esse ano. O ambiente de crise instalado na economia do país tem passado longe de uma das maiores desenvolvedoras de sistemas tributários, fiscais e contábeis do país, que faz planos de crescimento também para 2016.

“A expectativa para o próximo ano é ainda mais positiva, já que estamos concluindo a atualização de sistemas para atender novas obrigações que devem entrar em vigor ao longo de 2016”, diz Reinaldo Mendes Júnior, presidente da Easy-Way do Brasil.

Segundo o executivo, o Projeto Sped tem obrigado as empresas a melhorarem a qualidade das informações transmitidas ao fisco para diminuírem o risco de autuações devido a inconsistências. “Isso tem impulsionado a procura por nossas soluções”, avalia Mendes Júnior.

A companhia, que acaba de comemorar seu aniversário de 24 anos, encerrou recentemente o processo de atualização do Easy-I.R.P.J., o sistema responsável pela entrega da nova Escrituração Contábil Fiscal – ECF, obrigação que passou a vigorar em 30 de setembro e substituiu a Declaração de Informações Econômico-Fiscais da Pessoa Jurídica – DIPJ.

“Agora nossa área de pesquisa e desenvolvimento está finalizando a atualização dos sistemas que vão atender o eSocial, a e-Financeira e a EFD-Reinf, mas sabemos que o Projeto Sped ainda não chegou ao fim, então acredito que para atender as novas exigências que vão ser criadas, conseguiremos manter um ritmo alto de crescimento nos próximos anos”, avalia o presidente da Easy-Way do Brasil.

Para atender o novo Sped Social, a empresa está lançando o Easy-eSocial, sistema que será responsável pela conferência e o controle dos fatos relacionados à área de Recursos Humanos e à folha de pagamento. A Easy-Way do Brasil está acompanhando de perto o desenvolvimento das novas obrigações. Já a e-Financeira e a EFD-Reinf serão atendidas por atualizações no Easy-Tributos, software que já realiza o cálculo e o controle dos impostos retidos, bem como a geração de obrigações federais e municipais.

Os novos produtos devem ajudar a companhia a manter sua participação de mercado no segmento das grandes empresas. Atualmente, cerca de 10% das companhias listadas nos rankings dos maiores grupos empresariais do país são atendidos pela Easy-Way do Brasil. No setor financeiro a concentração é ainda mais significativa, já que dos 30 maiores bancos do país, 22 são clientes da empresa.

Para o presidente da Easy-Way do Brasil, uma das explicações para o sucesso da companhia é a combinação de competências e do conhecimento técnico de seus colaboradores, que por um lado permite entender melhor a realidade dos clientes e, por outro, traduzir isso no desenvolvimento de sistemas eficientes.