Empresas têm até sexta-feira para entregar a ECF

Empresas têm até sexta-feira para entregar a ECF

Prazo final para as empresas enviarem a Escrituração Contábil Fiscal, referente ao ano-calendário de 2015, se encerra no dia 29 de julho de 2016

As pessoas jurídicas tributadas pelo lucro real, arbitrado ou presumido, têm até dia 29 de julho, sexta-feira, para entregar a Escrituração Contábil Fiscal – ECF, referente ao ano-calendário de 2015. A obrigação se refere à apuração de impostos como o Imposto de Renda Pessoa Jurídica – IRPJ e a Contribuição Social sobre o Lucro Líquido – CSLL e inclui os controles relativos ao Livro e-Lalur e ao Livro de Apuração da Contribuição Social – e-LAC.

As empresas que não enviarem as informações à Receita Federal do Brasil – RFB dentro do prazo ou o fizerem com omissões ou incorreções estarão sujeitas à multa equivalente a 0,25%, por mês-calendário ou fração, do lucro líquido antes da incidência do IRPJ e da CSLL, no período a que se refere à apuração, limitada a 10%. Além disso, poderão ser impedidas de emitir certidão negativa de débitos, dentre outras penalidades.

“As dúvidas dos contribuintes são menores em relação ao período anterior, já que esse é o segundo ano em que a ECF é entregue”, acredita Marcelo Ferreira, supervisor tributário da Easy-Way do Brasil, uma das maiores desenvolvedoras de sistemas fiscais, tributários e contábeis do país.

O especialista lembra que as empresas ganharam um mês a mais para prepararem o envio, já que a RFB prorrogou o prazo da ECF, que originalmente tinha sua entrega programada para o último dia útil do mês de junho.

“Agora é o momento de passar um pente fino em todos os dados que serão informados para se certificar que não há inconsistências, principalmente em relação à Escrituração Contábil Digital enviada em maio, para diminuir o risco de autuações”, alerta Ferreira.

De acordo com o supervisor tributário da Easy-Way, com a criação da ECD e da ECF, a RFB poderá comparar os dados referentes ao IRPJ e a CSLL com os dados informados pelo Sped Contábil, permitindo um novo rastreamento dessas informações e conferindo mais eficiência e agilidade à fiscalização. Por isso é crucial que as empresas estejam atentas à consistência das informações que serão enviadas por meio da ECF.

Ferreira enfatiza ainda que o Easy-I.R.P.J., sistema utilizado pelos clientes da Easy-Way para a entrega da ECF, está totalmente atualizado e pronto para que as empresas possam cumprir a obrigação no prazo exigido pelo fisco.