Prazo para entrega da e-Financeira se encerra no fim do mês

Prazo para entrega da e-Financeira se encerra no fim do mês

Instituições financeiras devem informar movimentações realizadas por pessoas físicas e jurídicas no segundo semestre de 2016

Bancos e instituições equiparadas, tais como planos de saúde, seguradoras e operadoras de fundo de aposentadoria programada, dentre outras, têm até as 23h59m59s do dia 24 de fevereiro para realizarem a entrega da e-Financeira.

A e-Financeira começou a vigorar a partir do ano passado. Agora devem ser apresentadas as informações referentes ao segundo semestre de 2016. Os bancos e instituições equiparadas sujeitos à entrega da obrigatoriedade devem informar os dados sobre clientes que realizaram movimentações acima de R$ 2 mil, no caso de pessoas físicas, e R$ 6 mil para pessoas jurídicas.

Vale lembrar que, desde sua criação, a e-Financeira vem sendo alvo de questionamentos na Justiça sob a alegação que a obrigatoriedade poderia ferir o sigilo fiscal dos contribuintes. Até o momento, porém, a Receita Federal vem obtendo vitórias e mantendo a obrigação válida.

“Acreditamos que essa entrega da e-Financeira será mais tranquila para nossos clientes, à medida que já ganharam experiência no preenchimento da obrigatoriedade no ano passado”, avalia Marcelo Ferreira, supervisor tributário da Easy-Way do Brasil, uma das maiores desenvolvedoras de sistemas tributários, fiscais e contábeis do país.

Ferreira faz questão de lembrar, porém, que a Easy-Way possui vários canais de atendimento aos clientes para ajudá-los a solucionar dúvidas de última hora que podem aparecer com o preenchimento da obrigatoriedade.

Para os clientes da empresa, a e-Financeira pode ser entregue através do Easy-Tributos, sistema desenvolvido para realizar o controle das contribuições e dos tributos federais.